Como preparar um chá corretamente?

Como preparar um chá corretamente?

May 21, 2018

Descubra graves erros que podem colocar a sua saúde em risco!!

 

Pode ser que fazer um chá seja uma tarefa rotineira e óbvia para muitas pessoas que fazem um tratamento com plantas medicinais há muito tempo. Pessoas que fazem em média 5 chás por dia! Mas acredite, existe muita gente que sequer sabe quanto de água usar em um chá.

 

Diariamente chegam perguntas em nossas redes sociais relacionadas ao preparo correto de chás. Perguntas como: a quantidade de água a ser colocada em um chá, a quantidade de plantas correta, qual o tipo de chá é melhor, por infusão ou por decocção...

 

Assim surgiu a necessidade de termos um conteúdo completo em mãos, para apresentarmos a quem chegar até nós com estas dúvidas. 

 

Por isso, resolvi escrever essa matéria, ensinando a fazer um chá da forma correta para cada necessidade...

 

 

ANTES DE TUDO - "O Segredo escondido por trás do chá"

 

O preparo do chá em si é muito simples. Mas antes, precisamos saber de algumas coisinhas que poucos ainda sabem sobre os chás, segredos escondidos por trás desse curioso e místico preparado...

 

Um chá não consiste em apenas colocar plantas em água fervendo e depois coar e tomar.

 

Existe mais de um tipo de preparo de chá disponível, cada um é indicado pra uma gama diferente de plantas e problemas. Saber qual tipo de chá fazer com uma determinada planta é essencial para o tratamento, tendo em vista que, se preparado incorretamente o chá pode ficar pobre em propriedades medicinais.

 

Quer saber porque? É simples!!

 

Tomemos como exemplo a mangueira (Mangifera indica).

 

OBS: Clique na imagem ao lado para acessar o vídeo completo em nossa canal...

 

Suas folhas e casca são indicadas para tratamento de problemas respiratórios como bronquite e asma, devido as suas propriedades broncodilatadoras.

Uma pergunta:

Quando vamos fazer um chá com a mangueira e queremos usar as folhas e um pouco de casca, devemos preparar as duas diferentes partes da planta da mesma forma, tendo em vista que uma parte da planta é totalmente diferente da outra?

 

A resposta é não!

 

Pense comigo... A casca da mangueira é muito rígida, como a casca de muitas árvores por aí, e suas folhas são maleáveis, como folhas normais. As duas apresentam texturas diferentes e resistências diferentes, por isso precisam de métodos de preparo diferentes, para que seus princípios medicinais sejam extraídos corretamente.

 

Seguindo esta simples dica podemos evitar a perda das propriedades medicinais no processo o que nos levaria a tomar um chá sem função medicinal nenhuma. O que acaba por nos fazer desacreditar nas plantas, levando muitos a trilhar novamente o caminho interminável e prejudicial dos medicamentos de farmácia (alopáticos).

 

Além disso, algumas plantas apresentam toxidade quando são cozidas demais em um chá, são casos especiais e raros, mas ???.

 

Incrível como o preparo incorreto de um simples chá pode afetar diretamente nossas vidas, não é?

 

Por isso, é importante sabermos todas as formas de preparo do chá e qual é a mais adequada para o tratamento do problema que estamos enfrentando.

 

Vem comigo!!

 

 

COMO PREPARAR UM CHÁ

 

Um chá pode ser preparado de 3 formas diferentes, cada uma com uma finalidade específica e capacidade de agir no tratamento nos mais variados problemas de saúde.

 

Talvez a forma mais utilizada por você, por mim e por muitos apreciadores de chás é a decocção, por isso vamos começar por esta forma de preparo.

 

 

CHÁ POR DECOCÇÃO

 

 

O chá por decocção consiste em submeter a planta a um processo de cozimento por aproximadamente 5 minutos.

 

Este método de preparo de chás é muito utilizado para extrair princípios ativos de partes rígidas de plantas como as cascas, folhas mais rígidas e sementes, por apresentar uma forma mais rigorosa de extração de tais princípios.

 

 

COMO FAZER:

 

O chá por decocção é simples de ser preparado... Veja a seguir!!

 

- Primeiro separe uma quantidade equivalente à uma colher de sopa das plantas que irá usar para fazer o chá, lembrando de usar somente as partes indicadas para este preparado, como cascas, caules, folhas rígidas e sementes, para garantir uma extração de princípios mais eficiente, sem causar danos aos mesmos;

 

- Coloque uma quantidade equivalente a uma xícara de água para ferver e deixe até que se inicie o processo de ebulição (quando começam a surgir bolhas na superfície do recipiente de fervura);

 

- Com a água fervendo inclua as plantas e tampe o recipiente;

 

- Aguarde por aproximadamente 5 minutos e então desligue o fogo;

 

- Coe o chá em uma peneira de malha fina e então estará pronto.

 

ATENÇÃO: Adoçar ou não o chá é uma escolha sua, dizer para você se o açúcar é bom ou não, se você deve usar o adoçante em vez do açúcar ou até mesmo stevia é assunto para outras matérias que virão, portanto isso fica a seu critério.

 

Isso serve para todos os métodos de preparo de chás.

 

 

 

CHÁ POR INFUSÃO

 

 

Também muito conhecido por apreciadores de chás, este método de extração de princípios ativos é muito utilizado principalmente por pessoas que tomam chás industrializados, daqueles que vem em “saquinhos”, vamos falar sobre o chá por infusão...

O chá por infusão é relativamente mais simples de ser preparado. Este método consiste em despejar a água fervendo sobre as plantas e deixar cozinhar, de preferência tampado, por um curto período de 5 minutos. É indicado para extração de princípios de folhas, flores e frutos por conservar os princípios ativos mais delicados e garantir que os óleos essenciais das plantas permaneçam no preparado.

 

COMO FAZER:

 

O chá por infusão é preparado seguindo estes passos:

 

- Primeiro separe uma quantidade equivalente à uma colher de sopa das plantas que irá usar para fazer o chá e coloque estas plantas na xícara, lembrando de usar somente as partes indicadas para este preparado, como folhas, flores e frutos, para garantir uma extração de princípios mais eficiente, sem causar danos aos mesmos;

 

- Coloque uma quantidade equivalente a uma xícara de água para ferver e deixe até que se inicie o processo de ebulição (quando começam a surgir bolhas na superfície do recipiente de fervura);

 

- Despeje a água fervendo na xícara, sobre as plantas que irá usar e tampe;

 

- Aguarde por um período de aproximadamente 5 minutos;

 

- Coe o chá em uma peneira de malha fina e então estará pronto.

 

 

 

CHÁ A FRIO

 

Este método de preparo de chás é pouco conhecido.

 

O processo de extração dos princípios consiste em macerar as plantas com um almofariz e pistilo em um pouquinho de água para posteriormente ser coado e ingerido. Esse processo de maceração é normalmente utilizado com plantas suculentas e plantas que não podem ser cozidas. Partes de plantas como cascas, folhas rígidas, sementes e até mesmo os frutos não são usados neste tipo de preparo, pois a eficiência de extração de seus princípios ficaria comprometida.

 

COMO FAZER:

 

- Primeiro separe uma quantidade equivalente à uma colher de sopa das plantas que irá usar para fazer o chá e coloque estas plantas no recipiente de maceração, lembrando de usar somente as partes indicadas para este preparado, como folhas suculentas, flores e partes de plantas que não podem ser cozidas, para garantir uma extração de princípios mais eficiente, sem causar danos aos mesmos;

 

- Adicione um pouquinho de água no recipiente com as plantas e com ajuda de uma ferramenta de sua preferência macere bem;

 

- Depois de macerado coe o chá em uma peneira de malha fina e então estará pronto para ser tomado!

 

 

IMPORTANTE!! Para garantir que os chás que você está preparando irão realmente beneficiar a sua saúde, garantindo um tratamento eficiente e de qualidade, é importante conhecer a procedência das plantas que está adquirindo. Muitas plantas vendidas por aí com a promessa de tratar os seus problemas de saúde, como a canela-de-velho no tratamento para articulações, são, na verdade, outras plantas, que não tem nenhuma ligação com a verdadeira canela-de-velho. 

 

Além disso, o preparo da planta seca, que vemos em saquinhos para vender em lojas de produtos naturais, deve ser feito corretamente, de forma que os princípios ativos não sejam eliminados no aquecimento incorreto da planta.

 

Saiba como identificar a verdadeira canela-de-velho (Miconia albicans) e descubra porque ela é tão incrível para nossa saúde...

 

Gostou do vídeo?

 

Espero que depois de todas essas dicas você possa preparar corretamente o seu chá, garantindo que as propriedades medicinais das plantas que estará usando sejam extraídas corretamente, possibilitando o tratamento de seus problemas de uma forma mais natural e sem apresentar reações negativas adversas.

 

Depois dessa matéria você já pode me convidar para um chazinho em sua casa, não e mesmo?

 

Espero que estes ensinamentos sejam úteis para você!!

 

Um Grande Abraço!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags