Você NUNCA MAIS vai desprezar essa plantinha!

Você NUNCA MAIS vai desprezar essa plantinha!

January 11, 2019

Cada vez mais as plantas me impressionam.

Quando eu percebo que um “matinho” bobo que nasce no canto de um muro ou de uma calçada pode salvar a vida de muitas pessoas, eu digo: “caramba, como a natureza é perfeita!”.

 

Já pesquisei centenas de plantas medicinais. Algumas são árvores gigantes, sementes difíceis de encontrar, frutos que nem nascem no Brasil. Mas muitas delas são plantinhas tão fáceis de encontrar que acabam virando pragas nos jardins e hortas pelo mundo todo.

 

Muitos alunos do nosso curso nos trazem comentários como:

- “Agora só consigo andar pela rua olhando para o chão”

 

- “Meu quintal virou um matagal. Não tenho coragem de arrancar nada dalí”

 

- “Cada moitinha que eu encontro é um tesouro para mim”

 

- “Na calçada da minha casa encontrei mais de 10 plantas medicinais”

 

 

Isso é sensacional!

 

Como nossa percepção muda quando temos conhecimento suficiente para entender o potencial que a natureza oferece para nossa saúde.

 

Ao mesmo tempo, dá um aperto no peito quando vemos que uma pessoa está reclamando de um problema de saúde e ao mesmo tempo está arrancando e jogando fora do seu jardim as plantinhas que poderiam tratá-la com resultados incríveis.

 

Isso é o resultado da ignorância…

 

Para te ajudar a conhecer mais sobre essas planta incríveis e tão desconhecidas - e injustamente chamadas de mato - hoje vou mostrar uma que é um espetáculo na medicina doméstica, podendo tratar inúmeros problemas de saúde com uma eficiência assombrosa!!

 

Com você, a Erva-de-touro!

 

O nome científico desta planta é Tridax procumbens. É um nome complicado, eu sei. Eu até costumo dizer que parecem palavras mágicas que saíram de um filme de bruxos.

 

O importante é que com esse nome você tem certeza que está estudando a planta certa, porque é muito fácil confundir a erva-de-touro com outras plantas, como o picão-preto e o picão-branco. Erva-de-touro sempre será Tridax procumbens.

 

Se você está se perguntando o que é erva-de-touro, ou onde ela nasce, posso dizer que provavelmente você já a viu. É muito comum encontrá-la a sol a pino, nascendo em gramados. Parece que ela tem uma predileção por gramados em canteiros de avenidas e jardins.

 

Uma florzinha que não é muito bonita, até meio sem graça. Parece uma margaridinha de poucas pétalas… Até meio desdentada. Um talinho comprido, folhas verde-claro meio acinzentadas. Forma touceiras e vai se espalhando.

 

Mas além de saber reconhecê-la, o que nós precisamos compreender são seus usos medicinais. O que ela faz e como usá-la, não é mesmo??

 

Então vamos lá. Vou mostrar o resultado de algumas pesquisas que encontrei nas bases de dados de artigos científicos e ainda vou deixar os links no final deste artigo para que você também possa acessá-los se assim quiser. Basta acompanhar a numeração.

 

Para começar, vamos falar da toxicidade dela, ou seja, será que ela faz mal à saúde ou não??

 

Um estudo Indiano (2) demonstrou que a planta não apresenta toxicidade nas doses usuais, sem causar mudança de peso, problemas sanguíneos ou reações adversas. Todavia, a planta não deve ser tomada por pessoas com hipotensão e bradicardia, porque ela tem potente ação em baixar a pressão arterial e reduzir os batimentos cardíacos. Também não deve ser usada por pessoas com doença auto-imune, porque aumenta muito a atividade do sistema imunológico.

 

Do mais, pode ser usada sem medo.

Como antioxidante, a planta também tem uma ação muito potente. Se você não sabe o que é um antioxidante, são substâncias que combatem os radicais livres. E os Radicais Livres são substâncias produzidas pelo próprio organismo em seus processos metabólicos que causam envelhecimento, problemas inflamatórios, pioram doenças crônicas e auto-imunes, etc.

 

Uma pesquisa realizada na Nigéria (7) demonstrou que os extratos da planta combatem até 96,7% dos Radicais Livres. Este é um resultado melhor do que os antioxidantes comerciais que se vendem em farmácia!

Outra propriedade da planta que chama atenção é o fato de estimular o crescimento de cabelos. Uma pesquisa indiana (22) cita o seguinte resultado, tanto oralmente quanto topicamente, a erva-de-touro  acelerou o crescimento capilar e pode ser uma grande aliada de pessoas com alopecia ou calvície.

Na cicatrização de feridas, a planta também tem uma ação excelente. Dois estudos realizados na Índia (1 e 17) demonstraram que a planta melhorou significativamente vários parâmetros da regeneração de tecidos no prazo de 10 dias. Mas precisa cuidar para não exagerar na dose. Em excesso pode dificultar a cicatrização.

E para auxiliar a cicatrização, ela também tem a capacidade de estancar sangramentos. Um estudo indiano (21) verificou que os extratos das folhas tem ação hemostática, favorecendo a coagulação e evitando o sangramento excessivo.

Para quem precisa estimular o Sistema Imunológico, melhorando casos de infecções, por exemplo, uma pesquisa indiana (5) e uma pesquisa Nigeriana (10) demonstraram que a administração de erva-de-touro melhorou significativamente todos os padrões imunológicos aumentando a resposta imune do organismo. O resultado foi tão bom que os pesquisadores a indicam para o tratamento complementar em casos em que a vacinação não surte o efeito desejado.

Se você está acostumado a usar diclofenaco nas suas inflamações de garganta ou em qualquer outra inflamação, saiba que agora você mais uma alternativa natural! Uma pesquisa realizada na Índia (11) demonstrou que a ação da planta sobre diversos modelos inflamatório foi muito significativa, com efeitos melhores que os do diclofenaco em alguns casos! Ainda houve uma ação analgésica muito expressiva, reduzindo significativamente as dores inflamatórias.

 

Num outro estudo Indiano (12) no caso de artrite, os resultados foram muito expressivos, comparáveis à Indometacina, mais um anti-inflamatório sintético. Em mais um estudo indiano (13) os extratos alcoólicos foram testados em comparação ao Ibuprofeno e os resultados foram muito parecidos.

 

Ou seja, não tem nada melhor para tratar uma inflamação do que erva-de-touro. Melhor que diclofenaco, melhor que Indometacina e com o mesmo resultado que o Ibuprofeno??

 

Parece mágica, não é?? Mas é pura ciência a favor da sua saúde.

Nos países tropicais, algumas doenças são um grave problema. É o caso da Leishmaniose. A Leishmania é um parasita que é transmitido por um pernilongo e quando entra na corrente sanguínea começa a formar feridas na pele que são muito difíceis de cicatrizar. Pessoas sofrem a vida inteira sem resolver o problema.

 

Contra a Leishmaniose, um estudo mexicano (9) demonstrou que alguns dos princípios ativos da planta são muito eficientes em inibir o desenvolvimento da Leishmania, fazendo da erva-de-touro um grande auxiliar neste tratamento.

Da mesma forma, a malária. Uma doença que sempre requer atenção. No combate ao Plasmodium, parasita causador da malária, um estudo realizado em Gana (15), na África, demonstrou que os extratos de erva-de-touro apresentaram excelentes resultados combatendo variedades do protozoário resistente à cloroquina, que é um forte medicamento utilizado nestes casos.

 

Quer melhor do que isso??

Fungos também são um problema. Micoses, tinea, panos brancos, candidíase e assim vai. E muitas vezes resolver um ataque de fundos não é nada fácil.

 

Como antifúngico, uma pesquisa Venezuelana (16) demonstrou que a planta possui excelentes resultados no controle do desenvolvimento da Candidíase (Candida albicans e Candida tropicalis), além de outros fungos e até bactérias.

Agora, na diabetes, o resultado é incrível!

 

Um estudo indiano (2) demonstrou que o uso do extrato de erva-de-touro administrado por 7 dias causou significativa redução da glicemia nos animais do teste. Já é um indicativo de que a planta ajuda na diabetes.

 

Num segundo estudo Indiano (6) o uso da planta foi comparado à glibenclamida, que é um medicamento muito utilizado por diabéticos no mundo todo. Seus resultados foram superiores em alguns casos, demonstrando alta eficiência como anti-hiperglicemiante (evita a subida da glicemia) e hipoglicemiante (baixa a glicemia), sem causar alteração no índice glicêmico de animais normais, ou seja, se a glicemia está normal a erva de touro não a altera!

 

Um espetáculo de planta!

E muita gente sofre do fígado. Medicamentos, produtos químicos, excesso de álcool, fumo e tantas outros fatores que acabam prejudicando este órgão tão importante. E será que a erva-de-touro pode ajudar??

 

Como protetor do fígado, mais uma pesquisa indiana (3) demonstrou que animais que receberam previamente os extratos de erva-de-touro e depois passaram por processo de intoxicação do fígado usando produtos químicos que causariam uma forma de cirrose, tiveram suas enzimas hepáticas conservadas, evitando as lesões que se esperariam no órgão.

 

Ainda, uma segunda pesquisa indiana (8) demonstrou que no caso de hepatite química, os extratos de erva-de-touro foram capazes de recuperar os padrões do fígado e promover a proteção de seus tecidos, agindo como anti-inflamatório e antioxidante.

 

Quer melhor do que isso?? Mas não para por aí!


Os hipertensos também podem usar a erva-de-touro e controlar sua pressão arterial.

 

No tratamento da pressão arterial e da frequência cardíaca, uma pesquisa Nigeriana (4) demonstrou que os extratos da planta são eficientes em controlar a hipertensão e rebaixar os batimentos cardíacos. Numa segunda pesquisa Nigeriana (19), os extratos reduziram a concentração de sódio no sangue, além de contribuir para o controle do colesterol e evitar ganhos de peso. E um terceiro estudo Nigeriano (20) demonstrou que o extrato das folhas tem potencial vasodilatador, que pode contribuir para sua atividade hipotensora.

 

Não é impressionante?? Tenho certeza que você nunca mais desprezar essa plantinha.

Ainda, na aterosclerose, mais uma pesquisa Nigeriana (18) demonstrou que o uso de erva-de-touro melhora os índice de colesterol HDL (que é conhecido como o colesterol bom), reduzindo os riscos de doença coronariana, de infarto, de AVC e trombose, além de contribuir positivamente no controle do colesterol e do peso.

 

Agora vem uma vantagem que pode interessar a muitos homens pelo mundo afora!

Em caso de impotência sexual promovida pela hipertensão arterial (sim, hipertensão causa impotência sexual), os extratos da planta foram testados na Nigéria (14), melhorando significativamente o desempenho sexual.

 

Bom, não sei sobre você, mas eu só vi vantagens até agora no uso desta planta.

 

Este é mais um bom exemplo do potencial que a natureza, em sua máxima sabedoria, tem para nos auxiliar no tratamento de nossa saúde.

 

E aí, eu te pergunto: Vale a pena continuar dependendo da medicina convencional e dos medicamentos químicos cheios de efeitos colaterais para resolver sua saúde??

 

Não seria a hora de procurar o conhecimentos que pode te libertar e te mostrar uma possibilidade incrível de alcançar a saúde e a qualidade de vida que você procura para você e para sua família??

 

Esta me parece uma escolha muito óbvia. Mas cabe a você decidir o que espera atingir com suas escolhas.


Espero que estas informações tenham te tocado de alguma forma e caso você precise de mais informações e mais conhecimentos, nós estaremos aqui para ajudá-lo. Procure sempre o projeto Autor da Própria Saúde.

Um Grande Abraço de toda a nossa família!!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags