Emagrecendo com saúde...

Emagrecendo com saúde...

December 27, 2018

E aí?? Você gostaria de perder alguns quilinhos e ficar com o corpo em dia para ir a praia, ir à piscina, colocar aquela roupa mais curta ou simplesmente ficar mais “de bem” consigo mesmo?

 

Bom tudo isso realmente é muito bom e importante, mas existe um motivo maior por trás disso tudo que muitas vezes é ignorado pelas pessoas, a saúde!

 

Homens e mulheres estão cada vez mais acima do peso. Obviamente, que nossos hábitos de vida são grandes responsáveis por este processo. Problemas como estresse, mau sono, má alimentação, baixo consumo de água, vida sedentária são grandes vilões desta mudança que cada vez mais faz parte do cotidiano da maioria das pessoas.

 

Como resolver tudo isso??

 

Dá para voltar atrás neste processo??

 

Sempre é tempo de mudar, com certeza! O problema é a pressa e o imediatismo. Isso associado com a dificuldade (e falta de vontade) que as pessoas têm de fazer as mudanças necessárias em sua vida, faz aumentar cada vez mais a fila para as cirurgias bariátricas, para o uso de medicamentos tarja preta e para dietas que mais prejudicam a saúde do que ajudam de verdade.

 

Eu costumo dizer que se a pessoa não reassume o controle de sua saúde e não coloca em prática as mudanças necessárias, não tem milagre!

 

E essa é uma decisão que só cabe a quem precisa mudar.

 

O Projeto Autor da Própria Saúde recebe dezenas e dezenas de pedidos de orientação e ajuda de pessoas de todo o mundo que querem conhecer uma planta que as faça emagrecer. E de preferência, sem ter que parar de comer aquele sonho na padaria , aquele sorvete depois do almoço ou o churrasco e a feijoada no final de semana.

 

Junto com o excesso de peso, chegam os pedidos para controlar a hipertensão, a diabetes, o colesterol, a gastrite, a ansiedade, a enxaqueca, as dores nos joelhos e na coluna, e assim por diante. Todos esses são filhos do sobrepeso e da obesidade.

 

Hoje, uma das maiores causas de hipertensão e diabetes é o sobrepeso e a obesidade!!

 

É, mas como eu disse, não tem milagre…

 

O que eu posso oferecer para as pessoas são possibilidades. E são excelentes as possibilidades que as plantas trazem!

 

Mas antes de falar sobre as plantas, vou repetir algo que eu já disse neste texto e venho repetindo ao longo do tempo: Não existe planta que resolva esses problemas se você não mudar!

 

Eu posso te apresentar uma planta que seja um potente eliminador de gorduras. Mas os resultados só virão se você parar de consumir gorduras. Entende a matemática??

 

O que eu vou apresentar para você aqui é um conjunto de plantas que tem uma capacidade impressionante. Elas inibem a absorção de carboidratos pelo seu intestino! Isso mesmo, você consome os carboidratos pela alimentação (açúcares, amidos, etc.), e eles não conseguem ser digeridos para entrar na sua corrente sanguínea e acabam sendo eliminados pelas fezes.

 

Parece ótimo, não é??

 

Para que você entenda este mecanismo, quero te explicar como isso acontece. Carboidrato é a fonte de energia do nosso organismo. Sem carboidratos, nossas células não conseguem produzir uma substância chamada ATP (Adenosina Tri Fosfato) que é a “bateria” que permite que nosso corpo funcione. Sem carboidrato o corpo para! Em excesso, os carboidratos não conseguem totalmente utilizados e por isso nosso corpo vai armazená-lo para ser usado numa hora de necessidade. Normalmente ele armazena na forma de Glicogênio no fígado e nos músculos.

 

Mas quando não der mais para armazená-lo ali, eleva começar a depositar este excesso na forma de

 

gorduras no nosso tecido adiposo, que são as capas de gordura sob a pele e ao redor dos órgãos. Aí que começa a obesidade!

 

Agora, para que uma molécula de carboidratos, seja ela qual for, possa ser absorvida pelo seu intestino e chegar à sua corrente sanguínea, ela vai ter que ser quebrada. A maioria dos carboidratos são grandes, como os amidos, e não passam pela parede do intestino.

 

Mesmo o açúcar branco que consumimos, que é sacarose, ele precisa ser quebrado em uma glicose e uma frutose para ser absorvido. Do contrário, ele vai ser eliminado pelas fezes. Este processo de quebra dos carboidratos é feito pelas enzimas digestivas. Enzimas são substâncias que facilitam outras reações químicas, como é o caso da quebra dos carboidratos, das proteínas e das gorduras.

 

Para ser absorvido, tudo precisa da ação dessas enzimas. Entre elas, nós temos a Amilase Salivar, presente na saliva; a Amilase Pancreática, no duodeno e a Glucosidade, também no duodeno. Se essas enzimas não funcionam bem, a quebra dos carboidratos fica comprometida e sua absorção é reduzida. 

 

Como efeito desta diminuição das enzimas digestivas, é a redução da glicemia e dos depósitos de gordura no corpo, facilitando muito o emagrecimento.

 

E posso dizer, funciona mesmo!

 

Basta tomar o chá das plantas indicadas 10 a 20 minutos antes das refeições, para que elas cheguem ao duodeno antes do seu alimento e inibam a ação dessas enzimas. Gostou da ideia??

 

Então vamos conhecer as plantas que tem esta ação de inibição das enzimas digestivas:

 

- Picão-preto (Bidens pilosa / Bidens alaba) - Demonstrou capacidade de redução de até 50% na ação da glucosidase, que é a enzima responsável pela quebra de açúcares na digestão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Erva-de-santa-luzia (Euphorbia hirta) - Inibe a ação da glucosidase, uma enzima envolvida na quebra de açúcares na digestão, reduzindo expressivamente a hiperglicemia pós-prandial.

 

 

 

 

 

 

 

- Casca de laranja (Citrus cinensis) - As cascas de laranja também são importantes inibidores das enzimas amilase e glucosidase, inclusive controlando a diabetes. Todavia, pessoas com hipotireoidismo não podem utilizar as cascas da laranja porque ela reduz a atividade da tireoide.

 

 

 

- Pimenta vermelha (Capsicum sp.) - As pimentas vermelhas tem excelente ação inibitória das enzimas digestivas de carboidratos e realizam esta ação simplesmente sendo incluídas na alimentação.

 

 

 

- Farinha do bagaço de acerola (Malpighia glabra) - O bagaço das sementes e cascas que sobra da preparação do suco (sem açúcar) pode ser seca em forno e transformada em farinha. Esta farinha é um potente inibidor da maioria das enzimas digestivas, inclusive amilase e glucosidase.

 

 

- Semente de erva-doce (Pimpinela anisum) - Reduz em até 94% a ação da amilase e da glucosidase.

 

 

 

 

 

 

- Alface (Lactuca sativa) - a Lactucaxantina, uma substância isolada das folhas do alface inibiu a ação da amilase e da glucosidase, duas enzimas digestivas responsáveis pela quebra dos açúcares durante a digestão, reduzindo a hiperglicemia pós-prandial.

 

De posse dessas informações, agora a responsabilidade é sua!

 

Escolha as plantas que deseja usar. Faça o tratamento com elas por 3 meses, tomando uma boa xícara de chá pouco antes das refeições e veja os resultados. Mas lembre-se!!

 

Só vai funcionar se este tratamento estiver associado com uma vida saudável, alimentação equilibrada, boa prática física e redução de estresse. Desta forma você vai perder peso de uma maneira saudável e duradoura, reduzindo também as chances de voltar a engordar.

 

Agora, se você quer um milagre, seja você o milagre que você procura para sua vida.

 

Um Grande Abraço!!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo