E todo mundo pergunta: Couve combate o câncer??

Hoje eu começo te fazendo uma pergunta bem simples, mas peço que responda com a mais brutal sinceridade!!


Você quer mudar a sua saúde e descobrir como tratar seus problemas de saúde de maneira simples, segura, eficiente e 100% natural, evitando a dependência da medicina convencional e os efeitos colaterais dos medicamentos químicos??


Não me parece algo que requeira grande filosofia para se tomar uma decisão. Para mim, é bem óbvio que todos querem evitar os problemas de saúde ou resolver seus problemas da melhor maneira possível.


Mas mesmo assim, vamos considerar… você pode me dar duas respostas para esta pergunta: Sim, ou Não! E não tem problema nenhum dizer que não. Cada um tem o direito de escolher o que quer para a própria vida.


Se você disse não, pode parar de ler este artigo aqui. Provavelmente as informações que eu posso te passar serão inúteis para você, porque no seu caso a couve sempre será uma saladinha ou um acompanhamento para a feijoada.


neste caso, provavelmente você continuará colecionando caixinhas de remédios nas gavetas e armários da sua casa, terá um plano de descontos especiais numa farmácia de sua preferência e vai sempre lutar para ter um plano de saúde. Afinal, você literalmente não saberá o que fazer quando está doente e nem entenderá como evitar que esses problemas aconteçam.


Agora, se você respondeu SIM, vem comigo e leia esta matéria até o fim, porque eu quero te mostrar como a couve pode ser uma importante peça no quebra-cabeças da sua saúde!


Vamos assumir o controle de nossa saúde??


Para começar, quero fazer uma ressalva sobre o uso da couve.


Você deve já ter ouvido por aí que a couve causa hipotireoidismo, não é mesmo??


Bom, então eu vou começar explicando se esta informação é um mito ou uma verdade.


O que acontece é que a couve é uma planta de uma grande família de vegetais comestíveis, chamada Cruciferaceae ou Brassicaceae. Estas plantas têm em sua estrutura uma substâncias químicas chamadas Glucosinolatos.


Todas elas têm, não só a couve. Repolho, brócolis, mostarda, couve-flor, nabo, rabanete, etc. Segundo alguns levantamentos mais de 300 plantas consideradas alimentícias ao redor do mundo tem glicosinolatos em sua estrutura.


No organismo, os Glucosinolatos se convertem em Isotiocianatos. E ambas as substâncias são importantes para nossa saúde. Sua atividade biológica compreende a ação contra o câncer, problemas cardiovasculares e a defesa de plantas contra insetos herbívoros.


O problema é que quando esses Glucosinolatos são processados (hidrolisados) formam a goitrina, uma substância que reduz a captação de Iodo pela Tireoide. Além disso, os Isotiocianatos também competem pela captação de Iodo com a Tireoide.


Como sabemos, o Iodo é um elemento essencial para a produção dos hormônios Tireoidianos. Sem Iodo, temos uma redução significativa da atividade da tireoide, o que pode levar a um estado de hipotireoidismo e bócio.


Então não devemos comer essas plantas??


Pelo contrário!! Pessoas sem deficiência de Iodo ou que não tenham hipotireoidismo devem comer todos esses vegetais em sua alimentação. Eles serão importantíssimos para a saúde de maneira geral.


Somente as pessoas que têm deficiência de Iodo no organismo ou que já sofrem de Hipotireoidismo deverão tomar cuidado com essas plantas, restringindo seu consumo alimentar.


Para uma pessoa normal vir a desenvolver hipotireoidismo porque comeu couve, ele deveria consumir uma quantidade tão elevada que seria praticamente uma loucura. Ou seja, não vai acontecer a não ser que você faça uma dieta de apenas couve três vezes ao dia por alguns meses. Do mais, a couve e as demais plantas do grupo são perfeitamente seguras.


Por isso, todas as receitas com couve crua ou cozida a vapor (cozinhar a vapor aumenta a concentração de glucosinolato) devem ser evitadas por pessoas com hipotireoidismo ou baixa disponibilidade de iodo.


A melhor maneira de consumir a couve neste caso seria cozinhá-la em água fervente, porque apesar do calor aumentar os glucosinolatos, o cozimento em água os retira parcialmente da planta reduzindo sua disponibilidade.


Bom, agora você já sabe a verdade sobre a couve e quais os seus riscos.


Vamos falar sobre suas vantagens no cuidado da nossa saúde!!


Para começar esta conversa, a couve é um alimento muito saudável e altamente nutritivo. Um estudo americano demonstra que a couve é um alimento rico em minerais. Uma única dose de 100 g de couve fresca pode fornecer uma porcentagem significativa da ingestão diária recomendada de micronutrientes minerais (188-873 mg K - potássio, 35-300 mg Ca - cálcio; 20-100 mg Mg - magnésio), além de ser fonte de carboidratos de absorção lenta e ter baixo valor calórico. Além disso, a couve é rica em vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C e K. Por estas informações, temos que a couve é uma excelente opção nutricional na prevenção da osteoporose, dada sua concentração de minerais e das vitaminas A e K, que são importantíssimas na saúde dos ossos. Como protetora estomacal, o extrato de couve foi testado em dois estudos, um realizado em Santa Catarina e o outro no Paquistão, e em ambos verificou-se que ela é capaz de aumentar a produção de muco na parede do estômago e reduzir a acidez estomacal, auxiliando no combate à gastrite e úlcera.


Ainda, um estudo realizado no Brasil demonstrou que o suco de couve tem ação protetora contra o refluxo similar à do Omeprazol, que é o segundo medicamento mais vendido no mundo! A couve protege o estômago e previne problemas como gastrite, úlcera e câncer estomacal.


E uma vantagem inestimável: Sem os efeitos colaterais do Omeprazol!!


E se você não sabe quais são eles, recomendo que leia a bula no link abaixo!

Bula do Omeprazol: https://consultaremedios.com.br/omeprazol/bula

E se você busca um aliado no controle da diabetes, a couve pode ser uma ótima opção.


Um estudo coreano e um estudo japonês demonstraram que as folhas de couve tem ação hipoglicemiante, reduzindo a carga de açúcar do sangue, contribuindo significativamente no tratamento da diabetes tipo 2. Sobre a pressão arterial a couve também tem excelentes resultados. Um estudo coreano demonstrou que o suco de couve administrado diariamente por 28 dias a pacientes hipertensos, além de auxiliar significativamente no controle da pressão arterial, ainda controlou os níveis de açúcar e melhorou o perfil de colesterol no organismo.


Ou seja, no tratamento da hipertensão, um suco de couve pode valer por 3 medicamentos químicos de uma vez!

Contra problemas cardiovasculares, um estudo realizado na Turquia demonstrou que o suco de couve reduz significativamente a oxidação do colesterol LDL, evitando por exemplo a arteriosclerose.



Quer mais?? A couve também tem boa ação bactericida. O extrato da couve mostrou boa ação, evitando o desenvolvimento de alguns tipos de bactérias.

Agora, uma das ações que a couve tem é muito especial!!


Nos dias de hoje, o risco de câncer é cada vez maior. E isso acontece porque recebemos uma alta carga de substâncias mutagênicas de todos os lados.


Ou seja, essas substâncias causam alterações em nosso DNA e em muitos casos, temos um elevado risco de desenvolver um tumor! Isso acontece com medicamentos, poluição, gordura vegetal hidrogenada, radiação UV, etc. Como protetora do DNA, evitando degradação do material genético e mutações, a couve foi testada pela UNESP e verificou-se que mesmo com a indução da mutação genética, o DNA das células testadas se manteve intacto sob ação da couve.


Ou seja, ela pode reduzir significativamente nosso risco de desenvolver câncer! Esta propriedade protetora do DNA associada com um alto potencial antioxidante, faz da couve um potente tratamento também contra o envelhecimento.


Um estudo polonês determinou que por sua alta concentração de Vitamina C e Betacaroteno, a couve apresenta excelente atividade antioxidante, o que reforça ainda mais suas capacidades protetoras do DNA, anticancerígenas e antienvelhecimento.


E todo mundo pergunta: Couve combate o câncer??


Como vimos, ela pode evitar e prevenir o câncer, mas sobre sua ação antitumoral existem poucas pesquisas científica.


Mas eu pesquisei até encontrar…. e encontrei!


No combate ao câncer, um estudo realizado entre a Inglaterra e Noruega demonstrou que o suco da couve tem uma potente ação antiproliferativa contra células de câncer colorretal. Já é um indicativo de que ela tem um potencial antitumoral e com certeza vale a pena incluir a couve nos tratamentos antitumorais, principalmente do sistema digestivo.


Quanta coisa, não é mesmo??


E se você chegou até aqui, com certeza é uma das pessoas para quem essas informações vão funcionar e serão realmente úteis.


Por isso, use este conhecimento. Coloque em prática. Acredite e Deixe as Plantas Medicinais trabalharem a seu favor!!



Agora eu te faço uma nova pergunta…


Se somente a couve pode fazer isso tudo por você, imagine quando você conhecer as propriedades medicinais do pepino, da batata-doce, da cebola, da beterraba, do chuchu, do limão, do alho, da berinjela, do melão, do alface, do agrião e de tantas outras plantas que podem estar na sua geladeira??


Fica aqui meu convite.

Conheça mais, aprenda mais e veja as grandes mudanças acontecerem em sua saúde.


E se precisar, pode contar com a gente. A família Autor da própria Saúde está aqui para te ajudar neste caminho.


Vamos juntos?



Links Utilizados nas Pesquisas:

https://bit.ly/2TTUU8Z

https://bit.ly/2Fuohvp

https://bit.ly/2M9pYi8

https://bit.ly/2W2Jqls

https://bit.ly/2Hmooem

https://bit.ly/2FsTVJw

https://bit.ly/2HbUE3q

https://bit.ly/2McIxlz

https://bit.ly/2Fssv6F

https://bit.ly/2TQD1Ic

https://bit.ly/2ALq5w4

https://bit.ly/2MdDbGP

  • Facebook ícone social
  • Google+ ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social

Deixe as Plantas Medicinais trabalharem a seu favor!!

IDEALIZADORES
Ana Paula dos Santos
Caraguatatuba-SP
Daniel Forjaz
  • telegram-icone-icon
  • Facebook - Círculo Branco
  • Google+ - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle